Hipódromo Cristal

História do Hipódromo

O Hipódromo do Cristal foi inaugurado em novembro de 1959, tornando-se a sede oficial do Jockey Club do Rio Grande do Sul. Durante décadas, o local foi o centro de eventos mais importante de Porto Alegre, reunindo a alta sociedade porto-alegrense. Localizado às margens do Rio Guaíba, os pavilhões do hipódromo foram desenhados pelo arquiteto uruguaio Román Fresnedo Siri, que buscou inspiração na praça de corridas de Zarzuela, em Madrid.

Tombado como patrimônio histórico da cidade, o Hipódromo do Cristal é palco do Grande Prêmio Bento Gonçalves – a principal prova para cavalos Puro-Sangue Inglês em pista de areia do Brasil. Além disso, o local serve como praça de corrida da segunda competição mais importante do Jockey Club do Rio Grande do Sul, o Grande Prêmio Protetora do Turfe.

Pista

O Hipódromo do Cristal conta com duas pistas de areia em formato oval, com as seguintes dimensões: Pista Interna – 1.512 metros e Pista Externa – 1.700 metros.

Dias de Corrida

Quintas-feiras, a partir das 15h, totalizando em média 10 a 12 corridas por dia.

Curiosidades do Local

  • O Hipódromo do Cristal está localizado numa área em que, antigamente, abrigava uma hospedaria para imigrantes mantida pelo governo do Estado.
  • Ao total, são 59 hectares, incluindo o Hipódromo e a Vila Hípica do Cristal. Lá, estão abrigados cerca de 600 cavalos.
  • O Hipódromo do Cristal é formado por três pavilhões: o social, o popular – que está desativado, e o salão Paddock destinado à imprensa, treinadores, jóqueis e proprietários dos cavalos.

Principais Corridas

Além das principais corridas, como o Grande Prêmio Bento Gonçalves e o Grande Prêmio Protetora do Turfe, o Hipódromo do Cristal já foi praça dos GPs Taça de Cristal, Derby Riograndense, Copa ABCPCC, Breno Caldas e Turfe Gaúcho.

Galeria de Fotos do Hipódromo